VOCÊ SABE O QUE É REABILITAÇÃO VESTIBULAR?

      A reabilitação Vestibular, também conhecida como Fisioterapia Vestibular ou fisioterapia labiríntica é a área da fisioterapia responsável pelo tratamento das chamadas “labirintites”, que são caracterizadas principalmente por quadros de tontura (também denominada de vertigem quando é do tipo rotatória). Os episódios de tontura podem resultar em dificuldades para caminhar, náuseas, crises de ansiedade, cansaço e dificuldades para se concentrar. Além disto, a vertigem pode aumentar o risco de quedas, fator que reduz a funcionalidade e a qualidade de vida das pessoas, especialmente em idosos, que geralmente são os mais atingidos por estes sintomas.

Como funciona o tratamento para a vertigem?

      O Fisioterapeuta com formação em reabilitação vestibular irá realizar uma avaliação completa de seus sintomas, utilizando testes específicos para determinar as causas da tontura e desequilíbrio e, então, irá ser elaborado um plano de tratamento individualizado para cada caso, utilizando exercícios específicos de movimentação dos olhos, da cabeça e do corpo. Deve-se iniciar o tratamento o quanto antes, propiciando uma melhora efetiva dos sintomas de tontura e prevenindo complicações futuras em casos de pacientes com síndromes vestibulares.

Quais as causas mais comuns de tontura, que são tratadas com Fisioterapia Vestibular?

      Existem três principais causas de tontura e desequilíbrios: as hipofunções vestibulares, a vertigem posicional paroxística benigna (VPPB) e a vertigem cervicogênica. A VPPB é a causa mais comum de vertigem, afetando cerca de 10 a cada 100 pessoas, sendo caracterizada pela tontura rotatória decorrente do deslocamento de cristais de cálcio (otocônias) dentro do labirinto. Nos casos de VPPB crise de vertigem surge após mudanças de posição da cabeça, como girar na cama, e costumam desaparecer logo após o movimento. A severidade dos sintomas varia e pode levar à incapacidade. Se o Fisioterapeuta diagnosticar que o motivo pelo qual você está se sentindo tonto é o VPPB, este irá realizar algumas manobras de reposição canalítica para poder colocar os cristais no local adequado ao qual eles pertencem. Geralmente apenas uma manobra é necessária. Algumas vezes a manobra é realizada mais de uma vez para obter melhores resultados.

      A Hipofunção vestibular pode ser unilateral ou bilateral, ocorrendo quando o sistema do equilíbrio na sua orelha interna não está funcionando adequadamente. Existe um sistema vestibular em ambas as orelhas internas, então a hipofunção é considerada unilateral quando apenas um sistema está prejudicado, enquanto o outro está funcionando normalmente e bilateral quando os dois lados estão afetados. Nos casos de hipofunção bilateral é comum a queixa de uma sensação de que os olhos estão “pulando” ou que a visão está “borrada”. A reabilitação vestibular é sempre recomendada para melhorar o equilíbrio e função vestibular destes pacientes, e o tratamento é composto de exercícios de estabilização do olhar para melhorar a coordenação dos movimentos da cabeça e dos olhos, e exercícios para treino de equilíbrio e da caminhada.

      A vertigem cervicogênica é caracterizada por sintomas de tontura e desequilíbrio que estão associadas com queixas de dor ou alterações (principalmente tensão muscular) na região cervical. Nestes casos o a Fisioterapia vestibular terá o objetivo de melhora dos problemas cervicais, utilizando técnicas de terapia manual e cinesioterapia, entre outras, para reestabelecer a biomecânica e a postura adequada da coluna, o relaxamento da musculatura cervical e a melhora da funcionalidade deste paciente.

03/09/2019
09:00

AGENDE UMA CONSULTA

!
!
!
!