PSICOLOGIA E PSIQUIATRIA QUAIS AS DIFERENÇAS

É comum alguém se confundir na hora de procurar um profissional e surgir a pergunta: “E agora, devo ir ao psicólogo ou ao psiquiatra?” Estas duas especialidades possuem sim algumas semelhanças, como por exemplo, os dois profissionais estudam a mente humana, fazem o diagnóstico e realizam o tratamento de transtornos mentais. Mas existem muitas diferenças que ajudam a distinguir uma especialidade da outra e auxiliam na hora de procurar por ajuda.

Desde a formação acadêmica, já são apresentadas distinções nas capacitações. Para ser um psicólogo, é preciso cursar ensino superior em psicologia, já um psiquiatra precisa se formar em medicina e se especializar na área de psiquiatria. Enquanto um psicólogo se forma em 5 anos, um psiquiatra leva de 8 a 10 anos para se formar.

No que diz respeito à atuação, os psiquiatras estudam a parte orgânica dos transtornos mentais, são especialistas em transtornos psiquiátricos, mas também atendem pessoas com transtornos psicológicos. Uma das principais diferenças destes profissionais é que, por ser médico, somente o psiquiatra pode prescrever um medicamento.

Psicólogos também estudam a parte orgânica dos transtornos, e apesar de não poderem receitar medicamentos, eles são os únicos que podem realizar o psicodiagnóstico, um método especializado de avaliação psicológica. Além disso, os psicólogos são mais indicados para tratar as famosas neuroses, mas também podem auxiliar nos transtornos psiquiátricos.

Sobre os locais de trabalho de cada profissional, os psiquiatras podem atuar em consultórios particulares, ambulatórios, hospitais e demais instituições da Rede de Atenção Psicossocial. Os psicólogos também podem atender em clínicas particulares, ambulatórios, hospitais, na Rede de Atenção Psicossocial, em empresas, no Sistema Único de Assistência Social (SUAS), entre outros lugares.

08/11/2017
09:00

AGENDE UMA CONSULTA

!
!
!
!