PARKINSON E AS POSSIBILIDADES DE TRATAMENTO

Diagnóstico


Hoje o diagnóstico precoce com técnicas de imagem molecular é uma realidade e disponível no Brasil. São exames realizados em centros de medicina nuclear, nos quais o paciente recebe um radiotraçador via endovenosa, que se liga de maneira reversível a regiões do cérebro, que contêm neurônios dopaminérgicos. Assim, este exame complementar, quando indicado, poderá auxiliar o clínico no diagnóstico de casos duvidosos.


Tratamento


A doença de Parkinson é uma doença neuro degenerativa com a mais ampla possibilidade de tratamento, seja com medicações seja com cirurgia. E estes dois pilares do tratamento são os pontos mais promissores no desenvolvimento de novas tecnologias, por exemplo, medicações via oral de longa duração, adesivos subcutâneos, transplante de células tronco mais seguros e eficazes e cirurgia de estimulação cerebral profunda com geradores de pulso (baterias) mais duradouros e sistemas de autoajuste "inteligentes".
A maioria dos portadores de parkinson podem apresentar problemas não-motores como transtornos do humor, transtornos do sono, alterações do hábito intestinal e urina, sintomas psicóticos e alterações cognitivas, comprometimento do olfato entre outras questões que o médico assistente deverá auxiliar a manejar.


FONTE: Site Terra

23/09/2015
09:00

AGENDE UMA CONSULTA

!
!
!
!