O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE DÉFICIT DE ATENÇÃO

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é uma doença crônica que inclui dificuldade de atenção, hiperatividade e impulsividade. O TDAH pode prejudicar o dia a dia, a vida afetiva e até o trabalho. Entre 3% e 6% das crianças em idade escolar sofrem desse transtorno, ou seja, numa classe de 30 alunos, haverá um ou dois que possuem o Déficit de Atenção. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, 30% a 50% persistem até a idade adulta com a doença.

Apesar das estatísticas altas e de ser um transtorno que requer cuidados, há alguns fatos que podem facilitar a convivência entre os pacientes e às pessoas ao redor deles. Por exemplo, você sabia que a predominância do TDAH pode mudar durante as fases da vida? Uma criança com o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade pode, em outro momento da vida, apresentar traço impulsivo ou hiperativo, e assim por diante. Outro fato relevante é que não são todos os pacientes que precisam de remédios. Para alguns, apenas o acompanhamento psicológico já é o suficiente.

Confira aqui mais alguns fatores que podem te auxiliar a compreender melhor o TDAH.

1. Os portadores de TDAH são conectados.

É justamente por isso que eles se distraem tão fácil. São muitas informações  dentro e fora da sua cabeça. Se você estiver conversando com alguém que tem TDAH perto de uma TV ou de um rádio, provavelmente a atenção da pessoa estará dividida entre você e o aparelho.

2. A cabeça com TDAH é intensa.

A estrutura mental do portador oscila entre ápices. Por isso, eles podem ter ataques criativos, explosões emocionais e até entrega extrema a projetos e objetivos. Isso ocasiona no cansaço da pessoa com TDAH. A sua sensibilidade interpretativa tende a ser grande.

3. O portador pode desenvolver baixa autoestima.  

Devido às dificuldades que o déficit de atenção e a hiperatividade podem causar na vida da pessoa, e a falta de compreensão dos que não sofrem o transtorno, pode resultar na baixa autoestima. Esse fato geralmente ocorre em crianças e adolescentes, ambos na fase escolar.

4. É importante evitar a pressão em um portador de TDAH.

A sua percepção da vida já é intensa o bastante. A pressão de outras pessoas, pode gerar um estresse muito maior que o comum.

 

 

 

19/02/2018
09:00

AGENDE UMA CONSULTA

!
!
!
!